domingo, 11 de março de 2012

Mais uma vez professores pretendem punir estudantes

Professores das Escolas Públicas e SINPRO não sou contra a qualquer beneficio à todos os trabalhadores, neste caso dos professores de Brasília, o tempo para o dialogo não pode e não deve ser esgotado.

É sabido que educação, Saúde e segurança não são de vontade política do GDF, mas envolve o Governo Federal. E qualquer outro discurso que não passe por esta consideração é pura penalização aos estudantes e suas famílias.

Neste momento milhares de crianças, que fazem suas refeições, nas escolas serão duramente penalizadas. Imaginem que hoje 13 mil crianças tomam café da manha e almoçam e outras almoçam e tomam o lanche da tarde e a grande maioria dos pais dependem da escola para trabalharem.

Desculpem-me, mas uma greve agora é uma ação com forte ranço capitalista.

A meu ver o custo para a população será enorme e desumano. Educação é fundamental e precisamos achar formas criativas para a melhoria de salários de todas as categorias.   

12 comentários:

  1. Há mais de cem dias os professores estão esperando que o Governador Agnelo honre a palavra dada! A Greve é um instrumento legítimo, legal e apropriado para o momento. Cobre soluções "criativas" do governador de um partido que um dia foi dos trabalhadores...

    ResponderExcluir
  2. Kleuber a greve pune de forma dura e desigual os prejudicados são estudantes prejuízo de forma irreversível. Porque não darem aulas sem avaliação, enquanto negociam com o governo.?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caraca Lúcia! Como você é tosca!

      Excluir
    2. Errado, dona Lúcia Pacci. É com greve que os "empregadores" sentam para negociar._ Fico pasmo que você, supostamente, seja filiada ao PT ( já que defende petistas à "unhas e dentes"), pense dessa maneira.

      Excluir
  3. ivanaldo silva de carvalho - mat: 208-801-012 de março de 2012 16:08

    pqp... deprimente este blog... dar aulas sem avaliação....KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!

    curioso como no Brasil tem tanto expert em futebol e educação...

    ResponderExcluir
  4. Ivalnildo se vc é tão preparada coloque uma observação inteligente!!!!

    ResponderExcluir
  5. Hahá... por um acaso passeando pela net vim para aqui!!! Achei hilário e extremamente ignorante tua colocação... meu amor, não somos nós que ganhamos muito, é o restante do país que é uma vergonha,(e vc com tua ampla "sabedoria" não sabe disso)???... sabe como é vista a educação fora do Brasil???(e vc c sua ampla ignorancia não sabe disso?) E como os professores são valorizados fora daqui?(e você com tua ampla sabedoria não sabe disso?) Pois é, pegue o que nós ganhamos no Brasil e faz uma comparação com um país socialmente desenvolvido... aí sim é mais justo minha cara...EM TODOS OS ÍNDICES DE AVALIAÇÃO EDUCACIONAL A QUE O BRASIL É COLOCADO, INFELIZMENTE FICA ATRAS ATÉ MESMO DE PAÍSES BEM MAIS POBRES... é um dos últimos lugares... e vem você(ziiinha) com uma colocação tão primatizada, venha estudar esses indices, o porque suas consequencias antes de escrever(vem)... lamentável existir pessoas com pensamento assim,vergonhoso mesmo, para um país que tinha tudo para ser um dos melhores do mundo, se valorizasse a educação !!!
    >>> "POR UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE"

    ResponderExcluir
  6. Aliás linda a foto... mas minha escola não é assim, tão bonita... sabe que qdo chove lá, eu e as crianças saímos molhados, pq pinga p todo lado e vira várias poças d'agua??? E a ultima vez que vi desse pão aí, foi acho que no ano passado??? Que uma parte do meu sálario vai p material para eu poder dar aula???...Inclusive já levei de casa produtos de limpeza e papel higiênico para as crianças usarem??? ...e que eu não sou babá ou monitora sou PROFESSORA e vou à escola dar aula???

    ResponderExcluir
  7. Oi Lucia,

    Nem te conheço mas já sou seu fã numero 1.
    Eu também odeio professores e como você acho que eles são cupados pelas problemas da educação. Olha essa foto, meninos bonitinhos, comendo um lanche delicioso e por culpa dos professores devem estar passando fome agora.
    É isso ai, continue fazendo esse lido trabalho pela educação. É de pessoas assim que o Brasil precisa.
    Obs: Sugiro que o GDF tire os professores das escolas e deixe apenas as monitores para organizar a fila.

    ResponderExcluir
  8. É curioso como se evoca no seu texto a situação das crianças...
    É curioso que a questão não é a educação propriamente dita que você fala, mas a falta de alimento das crianças...
    Isso é uma pantomima!
    A falta de alimentação dessas crianças decorre da falta de educação. É um efeito cascata! Se os pais dessas crianças tivessem melhor nível instrucional, certamente, teriam melhor colocação no mercado e não teriam problemas com relação a alimentar seus filhos... Perceba que tudo parte da Educação!!!
    Acredito que a greve também não seja o melhor caminho. Contudo, o SINPRO fez o alerta por mais de 100 dias e tentou negociar. Foi feita uma CONTAGEM REGRESSIVA. Será que o Sr. Agnelo não poderia dentro dos 100 dias fazer uma reunião decisiva?
    O Sr. Agnelo tem uma biografia espúria! O Ministério do Esporte que o diga. A Anvisa que o diga!
    Ele prefere gastar 1 bilhão, aproximadamente, com o Estádio Nacional. Ele prefere aumentar secretarias. Ele prefere aumentar cargos. E ainda vem alegar a LRF? Sei que a greve não é o melhor caminho, mas se em 100 dias a pessoa não levou a sério uma promessa de campanha, não havia outra maneira! O que eu fico chateado é que pessoas como você, utilizam a argumentação das criancinhas passando fome e que precisam de lanchinho, ou que as férias vão ficar prejudicadas e blá...blá...blá... para sensibilizar a população! Francamente, coloque-se no lugar dos professores ao menos uma vez. Coloque-se no lugar daquele profissional que não tem condições de trabalho, que é agredido verbal ou fisicamente por estudantes e seus pais, por exigir que o aluno tenha disciplina ou que tenha boas notas; coloque-se no lugar daquele profissional que tem de levar tarefas e trabalhos para a casa e que, definitivamente, não consegue descansar e ter momentos de lazer porque a demanda de tarefas é muito grande; coloque-se no lugar daquele profissional que tem especialização, mestrado e até doutorado e recebe menos que um médico, um deputado, um policial de início de carreira, que muitos cargos de nível MÉDIO etc. Todos tiveram que passar por um professor! Mas, esse último é menos valorizado! E não me venha comparar a remuneração dos professores com o restante do Brasil. Não é essa a comparação correta. Deve-se comparar com os próprios profissionais do DF, deve-se considerar o custo de vida do DF etc. Nesse sentido, a luta pela isonomia é fundamental! Enfim, você deve ampliar a sua lente, antes de criticar os professores! Graças a eles que você consegue escrever no seu blog, ter seu emprego etc. Ainda que o seu texto seja bastante superficial e com fingida bonomia.

    ResponderExcluir
  9. Não é a primeira vez que repito a mesma história. Você é uma blogueira custeada pelo governo(zinho) aí instalado. Fica claro o seu desconhecimento do assunto e ainda tenta pose sentimentalista, porém falaciosa. Tente se informar um pouco mais, aproveite o dinheiro recebido do GDF para pesquisar com propriedade os acontecidos.

    ResponderExcluir
  10. João Falador Souza11 de abril de 2012 00:48

    Quem olha assim, desavisado, pensa que a culpa da greve é única e exclusivamente dos professores. Aliás, quem penaliza as crianças é a falta de empenho do governo sentar e negociar.
    Dona Lúcia Pacci! Pare de usar a foto da excelente atriz Laurence Février. Já li em seu twitter você afirmando que a foto é sua. Não faça isso, Ok?!

    ResponderExcluir